Rick Garcia
Diretor comercial
x
Olá, tudo bem? Obrigado pela visita! Como podemos ajudar?
Conversar com Rick

O que é Search Engine Optimization (SEO) e para que ele serve?

Marketing Digital
September 23, 2020

Já ouviu falar da síndrome do Veloster? Não deixe seu site passar por isso! O Veloster é um carro bonito, com um ótimo design, bem programado, mas com um motor fraco, ou seja, de “veloz” ele não tem nada. Utilizamos o exemplo para ilustrar que, de nada adianta você ter um site bonito, bem desenhado com layout moderno, um bom conteúdo textual e funcional, se não tiver as técnicas de SEO implantadas e otimizadas. Se isso acontecer, você vai ter uma Ferrari com um motor 1.0. Já pensou?

O Search Engine Optimization (SEO), que no português significa Otimização para Mecanismos de Buscas, nada mais é que um conjunto de ações e técnicas que visam posicionar uma ou mais páginas da web entre os melhores resultados dos sistemas de pesquisa, como o Google, por exemplo.

Para se ter uma ideia do quanto estas estratégias são importantes, só no Google, mensalmente, segundo os dados da própria plataforma, são mais de 100 bilhões de buscas realizadas. Então, estar entre os primeiros resultados orgânicos pode fazer muita diferença para o seu negócio. E como fazer isso? Elencamos abaixo alguns pontos que podem ajudar o site da sua empresa a ter melhores resultados. Confira!


1 - Alcance orgânico

Dois pontos muito importantes de esclarecer quando falamos de SEO: ele se baseia, basicamente, em conteúdo textual e é orgânico, ou seja, não pago. As melhorias e otimizações feitas no site serão, em sua maioria, de redirecionamento de links e programação, além de mudanças e adequações de textos.


2 - Entendendo o algoritmo

Vamos falar do Google pois, no Brasil, ele domina cerca de 90% do mercado de buscas, por isso é importante que os esforços sejam voltados a ele. O algoritmo classifica todas as páginas da web por um determinado termo, indicando a relevância dela em cada consulta. Esse ranqueamento é feito por um robô em três etapas: rastreamento, indexação e busca.

O rastreamento é o meio pelo qual o algoritmo identifica páginas novas, por meio das URLs. Por isso é importantíssimo manter seu site atualizado e uma área de blog com conteúdo relevante, atualizada com frequência. Já a indexação é quando o Google organiza tudo isso, com base em conteúdo do site, data de publicação, título, descrição, performance, região e dados estruturados.

Por fim, temos a busca, que é o último passo, realizada pelo usuário dentro do índice do Google, que baseia os resultados mostrados em mais de 200 fatores de ranqueamento. Embora a gigante de tecnologia não revele por nada quais são os mais relevantes, os estudos feitos ao longo do tempo e as atualizações do algoritmo fazem com que tenhamos uma boa ideia de quais sejam eles.

O Google atualiza constantemente seu robô para melhorar a entrega de resultados aos usuários. As últimas melhorias feitas foram com relação a responsividade do site no mobile e o índice de qualidade da página.


3 - Fatores para ranquear bem

Um dos primeiros fatores, que não está entre os 200 do buscador, é o que falamos no início deste texto: de nada adianta ter um site lindo, sem SEO e vice-versa. Toda estratégia de marketing digital possui uma página da web envolvida (ou quase todas): se seu site tiver uma navegabilidade ruim e um visual não adequado, a estratégia de SEO pode ser boa, mas o usuário vai clicar, entrar na página e sair com a mesma velocidade, pois não teremos um site confiável. Por isso precisamos de um trabalho em conjunto: especialista em SEO, redator ou jornalista, programador e designer.

Conteúdo

Dito isto, o mais importante fator é, sem dúvida, a qualidade do conteúdo. A produção de textos e conteúdos de relevância tem um peso gigantesco para a ferramenta do Google e não adianta copiar os já existentes, pois o Googlebot detecta isso e vai ranquear primeiro o mais antigo, além de punir o site que fez a cópia. 

Por isso é essencial entregar ao usuário o que o site se propõe a fazer. Por exemplo, se eu tenho um texto no meu site que tem o título: “Receita de bolo de chocolate”, ele deve discorrer, de forma autoral e digna, sobre como fazer o tal do bolo. Além disso, conteúdos que agreguem valor e sejam relevantes fazem com que seu negócio se torne referência para o usuário.

Navegabilidade no mobile

Este quesito citamos acima como uma recente atualização do algoritmo do Google. Visto que a porcentagem de acessos no mobile aumentou muito nos últimos anos, a ferramenta de busca também se adaptou: eles estão priorizando sites que sejam responsivos na versão mobile, sendo que o objetivo é entregar sempre a melhor experiência possível, independente do dispositivo.

Alterações nas páginas

Tecnicamente estas alterações são chamadas, pelos especialistas, de “on page” e fazem parte das técnicas de SEO que podem ser aplicadas, entre elas: autoridade do domínio, rapidez e performance da página, organização e arquitetura do site, títulos, intertítulos, tags, meta description, palavras-chave, dentre muitas outras.

Mudanças fora das páginas

Não são somente otimizações no próprio site que compõem uma boa estratégia de SEO, mas também fora dele. Quanto mais outras páginas linkar o seu site ou alguma página dentro dele, melhor. Essas técnicas são chamadas de SEO off page e podem ser feitas de diversas formas: parcerias com outros domínios, assessoria de imprensa, divulgação, relevância (a partir do momento que sua empresa ou você, em sua página, vira referência no mercado em que atua por meio de conteúdos bons do seu site, outros usuários farão pesquisas e vão te citar como fonte), etc.

Por fim, as citações a sua empresa, além de ações nas redes sociais, também ajudam o seu site a ser bem visto pelas ferramentas de busca. O Google não leva em conta, segundo declarações de seus especialistas, o público da sua empresa ou perfil nas redes sociais. Porém, uma boa estratégia de marketing digital com as mídias pode gerar mais tráfego no site, reconhecimento da marca, visualização do site e conteúdo, dentre outros benefícios que agregam ao SEO.

Ah, também temos as palavras-chaves, tipos e diferenças entre elas, ferramentas, mensuração, Google Search Console, Google Analytics, autoridade no blog, e uma série de outros fatores. Mas isso vai ficar para um próximo artigo…

Quer melhorar a estratégia de SEO do seu site? Fala com a gente!

https://www.agenciamaverick.com.br 

contato@agenciamaverick.com.br

+55 41 99980 9009⠀

+55 41 99954 7416⠀

Rick Garcia 

Sócio-diretor da MAVERICK 360

Overview