Novo normal: lições e dicas de marketing digital para sua empresa em tempos de pandemia

Marketing Digital
June 3, 2020

E não mais que de repente o mundo muda, todos temos que sair de casa de máscaras, o álcool gel é mais importante que água potável e não podemos mais dar beijos e abraços em quem amamos. Pois é, mas não é só isso. Com todo o cenário mundial causado pelo covid-19, não foi só o distanciamento social que foi implantado. A principal mudança, na área de marketing, comunicação e vendas foi, com certeza, a transformação nos hábitos de consumir.

O avanço da tecnologia nos últimos anos é algo que já vai ser relatado em livros de história das próximas gerações. Porém, o que ninguém previa é que uma pandemia sanitária iria atingir praticamente todas as pessoas do planeta e nosso estilo de vida iria mudar completamente. Mas foi o que aconteceu. As companhias e trabalhadores vinham, aos poucos, se adaptando ao digital, inserindo seus produtos e identidades na world wide web, acostumando-se a realizar calls e fazer reuniões por Skype e, pensando, como um plano futuro, em construir um e-commerce de peso.

Porém, o coronavírus fez com que essa “adaptação gradativa” se tornasse uma obrigação e, o que poderia ser feito em dois anos, precisou ser realizado em duas semanas. O “novo normal” ou, utilizando o título de um dos seriados famosos da Netflix, “The orange is the new black”, fez com que companhias e profissionais tivessem que remodelar todo o seu jeito de fazer negócios, do dia para a noite, sem aviso e sem planejamento.

Pois bem, de repente o seu site, que antes era um canal alternativo de vendas, um meio de captação de possíveis leads ou até uma vitrine para os seus produtos ou serviços, virou o “storefront” do seu negócio, sem nem questionar se era isso que você queria. É, e não é só o website, mas o conjunto de ferramentas e mídias existentes na web: páginas, redes sociais, funis de venda, emails marketing, blogs, SEO, Instagram e Facebook Ads, SEO, Google Ads, etc.

E agora, o que deve ser feito? Pois bem, o jeito é ser parte da revolução digital, e não ficar de fora dela ou lutar contra. As empresas que ficarem para trás serão deixadas de lado por quem regula a lei da oferta e procura, que agora também podemos incluir entrega e comodidade: o consumidor. Nós, aqui da MAVERICK 360, além de fazer todo o planejamento de marketing digital do seu negócio, preparamos uma lista de dicas para que você melhore a experiência do seu consumidor nos seus canais online, veja abaixo.


1 - Priorize o que é importante

De nada adianta ter milhões de ideias mirabolantes para fazer e acontecer nos meios eletrônicos, se sua marca não possui uma boa estrutura já criada (é possível criar isso rapidamente? Sim, claro, fala com a gente neste link). Chame uma equipe de profissionais para criar esta estrutura, caso ela não exista, ou avaliar se existe algum aspecto do conteúdo textual ou design que está prejudicando a imagem da sua marca e interferindo na boa experiência do consumidor. Se existem, estes pontos devem ser ajustados e depois os canais podem ser otimizados.

As principais questões a serem consideradas neste primeiro momento são o desempenho do seu site e a conexão dele com seus outros canais online, além da porcentagem de conversão. Um segundo passo é melhorar o suporte ao cliente e também investir tempo e criatividade em promoções verdadeiras e que chamem a atenção.


2 - Velocidade

Extremamente importante: otimize a velocidade do seu site, afinal de contas ele virou seu principal canal de vendas, então invista nele. O motivo é simples: com o fechamento dos espaços físicos, mais e mais pessoas estão comprando online. Isso pode sobrecarregar seu website se ele não suportar o tráfego e, consequentemente, sua empresa acaba perdendo clientes.


3 - Pagamento

Aqui, nesta fase, que já é considerada fundo de funil, como costumamos chamar no inbound marketing, o consumidor precisa e deve ter a experiência perfeita. Um adendo: segundo pesquisa recente do Google, 76% dos usuários de smartphones têm maior probabilidade de comprar de empresas cujos sites ou apps permitem que a compra seja realizada fácil e rapidamente. Então vale a pena verificar e melhorar esse sistema, caso seja necessário. Além disso, a comunicação e suporte devem ser ágeis, eficientes e preparados para resolver prontamente qualquer problema que o consumidor possa ter.


4 - Utilize áreas de destaque para informações críticas

Também segundo a mesma pesquisa do Google, mais de 50% dos internautas querem saber, quando vão realizar uma compra pela internet, como a empresa escolhida está se comportando e quais ações estão sendo tomadas durante a pandemia. Use a página inicial do seu website para passar estas informações delicadas aos clientes, se mantendo sempre autêntico. Mas é importante passar, principalmente neste momento, quais são as medidas que sua empresa está tomando na crise sanitária, se os funcionários estão trabalhando de casa, como está o sistema de entregas, quais são as atitudes e posicionamento da marca perante a comunidade, etc.


5 - Crie ofertas e promoções relevantes

O fechamento temporário dos comércios não essenciais fez com que não somente o comportamento do consumidor mudasse, mas também suas prioridades fossem drasticamente modificadas. Questione se o que você está oferecendo em seus canais online é realmente relevante e atrativo. Um ponto importante é: a sua empresa está promovendo e investindo em anúncios dos produtos e serviços que podem realmente ajudar o público neste momento? Para se ter uma ideia, de acordo com o Google, 40% dos consumidores nos EUA tiveram dificuldades para encontrar produtos de primeira necessidade no universo online e também acabaram adquirindo de marcas desconhecidas ou que não compravam comumente fora da crise.


*Para ajudar a descobrir as constantes mudanças nos hábitos da população, o Think with Google criou uma página atualizada em tempo real com dados de compra e cliques. Clique aqui e acesse.


6 - Criatividade: adapte campanhas

Verifique, junto a sua equipe de marketing, se as campanhas que estão no ar condizem com o “novo normal”, produtos necessários, horários, dentre outros pontos. Algumas ações que devem ser tomadas:

  • Direcione os consumidores para o seu site, ao invés de chamá-los para a loja física;
  • Segmente os anúncios e campanhas somente para regiões em que você pode atender e entregar seu serviço ou produto;
  • Torne as mensagens mais criativas, relevantes e, principalmente, empáticas. Agregue valor em todo e qualquer conteúdo que sua empresa divulgar;
  • Use soluções automatizadas.


7 - Integre os canais da sua marca

Seja consistente e integrado com os canais de comunicação da sua empresa. De nada adianta suas redes sociais terem informações super relevantes, estarem atualizadas com campanhas, um design ótimo e, quando o cliente é levado para o site ele se depara com um layout antigo e pouco funcional. Desta forma, é muito provável que a conversão não vá acontecer. Além disso, neste período turbulento, as pessoas estão cada vez mais buscando informações na internet. Então mantenha seus canais sempre atualizados, incluindo horário de atendimento tanto em suas mídias e sites como na ferramenta do Google Business.

Quer ajuda com a digitalização da sua marca? Fala com a gente!

https://www.agenciamaverick.com.br

contato@agenciamaverick.com.br

+55 41 99980 9009⠀

+55 41 99954 7416⠀


Fabíola Cottet - sócia-diretora da MAVERICK

São Paulo

sp@agenciamaverick.com.br

Paraná

pr@agenciamaverick.com.br

Santa Catarina

sc@agenciamaverick.com.br
Overview